Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘música’

Primeiro filtramos a agua, depois filtramos nossa caixa de email, celular, tv e agora usamos nossos smartphones e ipods para nos fecharmos em bolhas!

Veja esta apresentação que produzi para falar sobre a música e a Internet! Mudou tudo!

Observem, que Seu Jorge venderá seus Cd’s por apenas R$ 10,00 nas saidas de seu show!

Ps: Recomendo a todos o Motoq é mais bacana que um Iphone 😉

Loredana, muito obrigado pelo Smartphone 😉

Read Full Post »

Eu gosto muito do cinema e da música Brasileira – Central do Brasil, Carlos Gomes – são exemplos de nossa genialidade!

A internet neste exato momento está lançando um novo artista. São centenas todos os dias. Fotógrafos do Azerbaijão, escultores do Peru, cineastas da Polônia, músicos de Papua Nova Guiné. Todos homens de visão e vanguardistas. Estão no Second Life, MySpace, Whatever …

Porém me recuso a assistir filmes dirigido por Cacá Diegues, estrelado por Antônio Fagundes e musicado por Caetano Veloso! O Caetano Veloso faz parte de uma oligarquia. Como toda casta, sempre reclama quando percebe que perderá privilégios.

A última declaração dele interfere na nossa livre e democrática Humanidade 4.0. Ele falou sobre o projeto de seu amigo Ministro Gilberto Gil sobre a “Licença Alternativa. O Minsitro defende que diante das evoluções sociais precisa-se repensar direitos autorais.

Reproduzo a declaração de Caetano; “É bacana, mas também temário você afirmar isso como ministro, que também é produtor cultural. Chega num ponto em que o ministério deveria agir nessa questão com mais cuidado. Porque o estimulo a esse negócio cria uma sensação de vale-tudo.”

A minha releitura da fala dele é “Estou com medo, não sei o que é youtube, gracenote, Lala, Imeem … não percebi que o mundo inteiro subiu no palco … e que a web dos 3’c colaboração, conteúdo e comunidade vai ACABAR .. repito ACABAR com o império dos grandes cantores e das gravadoras”

Outro detalhe importante, quando ele inventou o movimento Tropicalista valia tudo .. agora quando nós, todos da Humanidade 4.0 criamos a música global, não vale tudo?

_wwildman_weirdwildweb_media_images_other_signs_12.jpg

(mais…)

Read Full Post »

filmes_asas_0.jpgange-02.jpghindu.gif

A internet confunde os limites da vida dentro e fora da rede, è como um grande palco de teatro de espelhos, onde o tímido se torna extrovertido, o calmo se torna visceral, o rude se torna romântico. No mundo.com, pessoas criam identidades imaginarias e passam horas, dias e anos nessa vida paralela.
Em “Até o fim do Mundo”, de Wim Wenders, o ser humano fica viciado numa tecnologia que mostra, no vídeo, imagens de seus sonhos. Em “Matrix”, os irmãos Wachowski pintam um futuro no qual somos todos parte de uma realidade virtual. Em AI – Inteligência Artificial, de Steven Spielberg, uma mulher luta por David, o menino robô programado para amá-la. Tudo isso faz parte da nossa cultura narcisista, acelerada, solidária e imediatista. O problema clássico do narcisista envolve a solidão e o medo da intimidade. Segundo esse ponto de vista, criamos com o computador um, objeto muito poderoso, um objeto que nos da à ilusão de companhia sem exigências da intimidade, uma extensão do próprio ser. A vida em rede da uma nova dimensão ao poder do velho ursinho de pelúcia ou da fraldinha de estimação. Permite ao indivíduo ser solidário sem jamais estar sozinho. São dezenas de amigos, no seu Inbox, no seu Messenger ou no seu Facebook, Myspeace ou SecondLife… ufa …

Ciberespaço é um palco novo exótico, um instrumento de auto – reflexão, uma espécie de espelho para encenar conflitos pendentes, para exercitar dificuldades pessoais, para superar problemas graves, utilizando os recursos do ciber- socialização.

Permite ao individuo ser solidário sem jamais estar sozinho. A internet nos permite conhecer ninguém profundamente. Pois o Mundo.com está fazendo milhares de pessoas abandonarem suas vidas sociais reais, por horas on-line.

Desta forma, não permitindo a esses indivíduos encontrarem velhos amigos, familiares ou um grande amor. Ou seja, poderão não aprender o que significa falar com o outro ser humano três palavras mágicas “Eu te amo”.

Vem cá, me responde uma coisa! Transar virtualmente com uma desconhecida, do outro lado do mundo no Second Life? É infidelidade com sua namorada ou marido? Não sei responder e você?

bear.gif

(mais…)

Read Full Post »

A nova turnê de verão internacional de Gilberto Gil, que chamará Banda Larga. Pretende reforçar o repertório eletrônico/tecnológico e do uso da Internet como plataforma para diversos serviços, incluindo Second Life, blog e vídeo casting.

Uma das novidades pensadas para as apresentações ocorrerá logo no começo dos shows quando será pedido ao público que filme o evento com celulares ou câmeras digitais para que este material seja publicado no hotsite que será criado para acompanhar a turnê.

Convenhamos o cantor sempre se inova e entende a Humanidade 2.0

Gil aquele abraço!!!

cow_400.jpg

Read Full Post »

O iPod e o IPhone são os grandes ícones da sociedade imediatista e solitária. Este fenômeno está transformando as grandes megalópoles. O silêncio avança.

Poluição sonora, sirenes, algazarra, camelôs e atitudes viscerais estão desaparecendo. É estranho estar no meio de tanta gente e ouvir tão pouco.

Todos os dias, eu corro para esquecer os noticiários 24 horas, discursos e entrevistas sem pé nem cabeça, escândalos dos das vacas de Renan e comoções mundiais instantâneas.

Ligo meu Ipod, escolho uma trilha sonora que condiz com a vibração da minha alma, e corro, corro e corro. No meu próprio mundo musical, no ritmo da minha trilha sonora, esqueço o mundo ao meu redor.

Em um domingo ensolarado, corri ao som de “Nos barracos da cidade” de Gilberto Gil, comecei pelo opulente Colégio Caetano de Campos, cruzei a Onipotente Catedral da Sé, a charmosa casa da Baronesa de Santos, a simplicidade do Páteo do Colégio, as cores do Viaduto do Chá e a Grandiosidade do Teatro Municipal. Percebi a dualidade de São Paulo. Rica e miserável, bela e feia, acolhedora e assustadora.

Sou da Tribo dos Fios Brancos da música. O universo na bolha. Como todo vício, existe o lado ruim, nossos olhares são um tanto vagos. As pessoas se deslocam pelo tecido social como se estivesse no piloto automático, são viajantes robotizados programados para não questionar, não falar, não ouvir. Apenas sintonizar.

Dividimos a música em partículas como a vida contemporânea. Tornamos a música secreta. Antes era um encontro social.

Entro no carro, plugo meu iPod no rádio e continuo ouvindo a mesma música que escutava no laptop. Em casa, ligo o aparelho no meu som digital como em um filme e tenho a minha própria trilha sonora, 24 horas por dia.

Quando estamos com nossos fios brancos, perdemos nossa memória.

Esquecemos das pequenas delicadezas sociais, quando outros dizem “Desculpe-me” não há resposta.

Amanhã, vou deixar meu iPod em casa, vou escutar o cantos dos pássaros, vou escutar a histeria dos camelôs no centro da cidade, a poesia da ruas e o burburinho no escritório, deixarei minha mente vagar sem destino pelos ruídos comuns dos bastidores da vida humana.

bear.gifbear.gifbear.gifbear.gif

Read Full Post »

ape2.gifA Banda U2 autorizou um amante do Second Life a fazer o primeiro show da banda no metaverso! Seis pessoas assistiram, um recorde 😉

Por essas e outros famosos entusiastas da internet resolveram criticá-la. O cineasta espanhol Pedro Almodóvar, o sociólogo e escritor italiano Domenico de Masi, os músicos irlandeses da banda pop U2 ou o fotógrafo americano Spencer Tunick se declararam contra a “desilitização da internet”. Masi declarou que são tantas as pessoas escrevendo e produzindo na internet que, em breve, não saberemos o que é informação, notícia ou lenda! Esses notáveis artistas estão esquecendo do apelo mais sedutor da rede: a sua tão propalada capacidade de disseminar de forma rápida e democrática o acesso às informações. A internet produziu uma nova mentalidade, forma de enxergar e sentir as artes plásticas.

Ou Talvez seja medo, de quem seja – já são – criados milhares de geniais fotógrafos, escritores e músicos. A Arvore está balançando! Bem vindos a Humanidade 2.o e o fim dos monopólios!

ape1.gifape.gifape.gifape.gifape.gifape3.gif

Read Full Post »