Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘economia’ Category

Ganância

Algo espetacular no ar!

Algo maravilhoso para a humanidade a reação do capitalismo criativo, da inovação coletiva, de mentalidade e de atitude!

Uma nova geração de pensamentos uma tendência diferente da geração Internet Boomers, G ou Y, não tem nada a ver com idade! Pode ser um adolescente, ou a rainha da inglaterra, uma empresa secular ou uma startup!

trendwatching e seus observadores de tendências (sou um deles) definiu esta geração! Uma abordagem holistica para a generosidade os negócios.Veja aqui na integra! As pessoas estão cansadas da ganância capitalista e seus efeitos funestos (Por exemplo o Ceo de um banco quebrado, que após demitir 10.000 pessoas comprou um novo avião executivo).

O século XX foi chato para a humanidade! Sentamos na frente da televisão e ficamos passivos! As pessoas perceberam que precisam cuidar de suas cidades, regar suas amizades, cultivar o amor! 

O ser humano nasceu para conversar, convergir, viver em grupo, ou simplesmente ficar sentado em volta de uma fogueira trocando percepções. O fim da sociedade individualizada! O novo simbolo do status quo é a generosidade!

A filantropia, responsabilidade social, diversidade, co-doação, eco-generosidade, green tech, amor livre, atos de bondades, fim da rigidez das regras de ma única via, perkonomics e os advogados de marca são os valores da nova geração.

Bem vindos a Geração G a geração da generosidade! Bem vindos a geração do ser “generoso” e não do apenas ter! Tudo começa com o advento da web 2.0, que era compartilhar, criar, convergir, cooperar, comunidade, co-brand … Essa tendência espetacular, extrapolou as barreiras on-lines, elegeu um presidente americano e inspira e transpira no mundo real!

inovação coletiva

Read Full Post »

Não vivemos uma crise econômica e sim uma crise de pensamento! O socialismo faliu, o capitalismo vive suas horas derradeiras!

O final da era capitalista foi decretado pelo Diretor Geral da Organização Mundial do Comércio! Em um ato de sinceridade o Francês Pascal Lamy (Maestro do Capitalismo) disse:

Não é porque até agora não encontramos outro sistema que não podemos continuar tentando, pois o capitalismo é muito injusto.”

fim do capitalismo

 

Observe, as novas profissões ecologista, Chef, Desiner de interiores, Diretor digital. Antigamente você poderia ser apenas Engenheiro, Médico ou Advogado!

Nossa economia tornou-se a “Economia Criativa” a “Economia da informalidade”

Nossa economia, não precisará tantos de engravatados! Precisará de criatividade!

Os empregos novos não estão nas multinacionais e sim naquela boutique digital e seus e-criativos!

 

Read Full Post »

Com o frenético titulo ”o primeiro desastre da era digital!” a revista Newsweek coloca algumas luzes sobre a hecatombe ecônomica  e o papel da internet neste Tsunami financeiro! Veja artigo na integra aqui

O estouro da bolha em 2000, foi uma gripe adolescente, e hoje vivemos a primeira crise financeira da internet adulta.

“O mundo digital entregou toda a informação ao mundo financeiro sobre os mercados de crédito e hipotecas do subprime?”

Sim, a revista afirma que a Internet entregou amplamente sua promessa de trazer a informação necessária para diagnosticar a crise! Estava tudo lá disponível a qualquer um que sabe usar o Google.

E afirma: “A internet encolheu o mundo e transformou-o em uma vila, onde tudo acontecesse na praça pública e a corrupção e a avidez não tivessem nenhum lugar a esconder.“

Por mais do que uma década a Internet organizou um exército anabolizado de proletariados digitais, novos accionistas, home brokers! Com a internet os  mercados financeiros tornaram-se transparentes para os não iniciados!

Porém, a internet enterrou a humanidade de números e informação, criando uma névoa, uma poluição atmosférica de dados.

E os internet boomers, também são culpados, operando milhões de dólares como se estivesse em um jogo de videogame! Em vez de gritos nas salas das bolsas de valores mundias, milhares de transações foram feitas através de instant messengers.

A Newsweek, propoem que a web 3.0, ou seja a consolidação de informação financeira que no futuro evitará novas crises!

Será que a humanidade digital, consertará este mundo desigual?

Read Full Post »

O mantra dos anos 90 foi “A informação quer ser livre.” E o lider desta filosofia foi o poderoso ex- presidente do Banco Central Americano Alan Greenspan, ou simpaticamente apelidado de ”Sr. Mercado.”

Greenspan foi o primeiro a falar sobre a bolha dotcom e a exuberância irracional em 1996 – quando falou ninguém levou a sério.

Em março 2000, no pico da bolha do dotcom, quando – quase – ninguém acreditava na Internet, “Sr. Mercado” Fez um discurso detalhando a volta da internet que vivemos hoje. Ou seja, com seu olhar calmo e sereno, sempre foi um grande incentivador da era digital!

Como constatou a revista Veja “(Greenspan) descobriu a revolução da internet no campo da produtividade. Até 1995, imaginava-se que um país como os EUA não poderia crescer mais de 2,5% ou ter uma taxa de desemprego abaixo de 6,5% sem que pressões inflacionárias despertassem… Greenspam percebeu que, com a revolução da internet, o paradigma mudara. Foi possivel expandir a economia mais rapidamente sem deflagar inflação.”

Hoje, procura-se os culpados! Seria capitalismo sem escrupulos, governo Americano, internet ou Alan Greenspan? Todos culpam Alan Greespan! Ele acreditou na auto-regulamentação e na tecnologia. 


Em seu livro a Era da turbulência, em um olhar lúcido sobre a antropologia humana greenspan constata: “Surtos periódicos de euforia e medo são manifestações de aspectos arraigados da natureza humana, pouco existe que governos ou bancos poderiam ter feitos para defleti-los ou anulá-los. Febres especulativas podem ser freadas, mas apenas momentaneamente: no fim das contas, se postas em movimentos, trilharão seu curso”

Quem é o culpado? A humanidade?


Read Full Post »

Não percam tempo discutindo a crise, não percam tempo fazendo teorias!

Vamos empreender, vamos inovar, vamos montar uma nova economia!

Pensando nisso, nós do grupo Adrenax e da Permission Ad network montamos um portal colaborativo “A Grande crise de 2008” Vai lá coloca sua opinião! Participe! A pergunta é:

Qual vai ser sua atitude frente a Grande Crise Econômica de 2008?

 


Read Full Post »

Não precisamos falar como o Petróleo fez mal para o Mundo! Guerras, abusos contra o meio ambiente …

A GM é a segunda montadora – Toyota anunciou primeiro – a fazer um carro elétrico!

Porém tudo começa com o colunista Thomas Friedman do NYT, que em 2006 chama a GM da empresa mais perigosa da América. Veja integra aqui

O artigo cai na grande rede, e os internautas começaram uma grande pressão sobre a montadora! Milhares de comentários, post, blogs, recados nas redes sociais! As vendas caem!

A GM percebeu o recado e lança seu carro elétrico! A Humanidade agradece! 😉  05-track-05

Com esta boa noticia, utilizei a obra de Piero de Cosimo – Perseu liberta Andromeda. Ou seria Gaia se liberta do Petroleo sujo 😉

Read Full Post »

Em excelente artigo “GO Home, Chicago Boys” Hazel Henderson, presidente da Ethical Markets Media, constatou que com o fim de “Wall Street” a humanidade viu ruir a doutrina de Milton Friedman (1912-2006)  da Universidade de Chicago, que elevou a condição de filosofia moral, que a ganância, egoísmo, individualismo e “curto-prazismo” como pilastras da liberdade e democracia! Pode? ;(

 Milton Friedman, pregava que o único – vou repetir – o único – propósito das empresas e corporações privadas é ganhar o máximo de dinheiro possível para seus acionistas. Ele achava uma grande idiotice o conceito de empresa cidadã! Pode? ;(

Hanzel proclamou “A verdade foi escancarada: não existe mão invisível.”Felipe González ex-primeiro-ministro da Espanha, colocou mais pimenta e constatou que “acabou a crença amplamente difundida de que o mercado resolve tudo, e sem nenhuma ajuda. Ou seja, a teoria dominante desde os anos 90 do “mercado onipotente” e seu repúdio fundamentalista à intervenção reguladora”

              Percebe, que é o fim do “individualismo duro”!                                   Thank God! Chicago Boy, go home!                           O mundo não precisa mais deste pensamento!

 

Por sorte da humanidade, e “a revolução dos computadores” e a Democracia das Redes Sociais, sepultou este dogma visceral! As empresas devem se preocupar com riscos sociais, um mundo mais justo, o meio ambiente, ou seja todo o ecosistema da humanidade, que na visão míope de Friedman e seus chicagos Boys só pensavam no lucro – a qualquer custo –

A Máquina do Juízo Final financeira, sem querer – ou não – construirá uma Humanidade onde não apenas os especuladores, serão festejados e talvez agora aquele bom homem que faz o bem! Terá espaço neste novo capitalismo!

Será que vivemos uma nova humanidade?

Read Full Post »

Older Posts »